Sábado, 16 de Maio de 2009

 
Na boca um sabor a saudade
do muito que tenho para te beijar.
Na pele esta delicada ansiedade
das vezes sem conta que te irei amar.
E os recantos do meu corpo,
quão desinquietos estão,
para acolherem, encaixarem,
ajustarem, envolverem,
esses teus que ao meu se ajustam,
com notável precisão.
 
Donagata em 2009-03-31

 



publicado por Donagata às 13:11
O diário do meu alter-ego. O irreverente, desbocado, mal disposto e insensato alter-ego. Mas também o sensível, o emotivo, o lamechas, aquele que tenta dizer coisas de forma bonita... Assim num pobre arremedo poético.
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

23

24
26
27
29
30

31


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO