Quinta-feira, 07 de Maio de 2009

"A quiet moment" by Beau Mansley
É nessa quietude dolente
Do silêncio de uma jovem madrugada
Que me ouço pensar.
Desenrolam-se incontroláveis incertezas
Acerca do que é a vida,
Do sentido dessa simples palavra.
O que ela traduz,
O que esconde,
O que nos revela
Na sua fragilidade.
Mosaico de fragmentos
Que a moldam
Que a formam
Que a desfazem
Que a fazem andar
Que a param...
E, nesses momentos,
Ávida de respostas,
Estremeço com alegrias que antevejo.
Choro as angústias que me esperam.
E, sobretudo,
Lembro o que não vivi.
 
 


sinto-me: Hummmm. Não sei....

publicado por Donagata às 16:38
O diário do meu alter-ego. O irreverente, desbocado, mal disposto e insensato alter-ego. Mas também o sensível, o emotivo, o lamechas, aquele que tenta dizer coisas de forma bonita... Assim num pobre arremedo poético.
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

23

24
26
27
29
30

31


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO