Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

Imagem de Chagall
 
Quando um mais um não se tornam um só.
Quando ao dar as mãos já não se forma um ser uno
mas dois, de mãos dadas.
Quando ao imaginar surge o eu antes do nós.
Quando se sente primeiro a própria desventura
e só depois pensamos que outro alguém
poderá sofrer de igual modo.
Quando julgamos o outro a causa da queda das nossas asas,
sem pensarmos que possamos nós ter cerceado as de alguém.
Será que vale a pena?
Será que resta ainda um centelha do nós?
Será que o amor é suficiente para juntar as penas?
Será que poderemos ainda voar juntos?
Será?
 
Donagata em 2009-08-27

 



publicado por Donagata às 13:09
O diário do meu alter-ego. O irreverente, desbocado, mal disposto e insensato alter-ego. Mas também o sensível, o emotivo, o lamechas, aquele que tenta dizer coisas de forma bonita... Assim num pobre arremedo poético.
mais sobre mim
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29


arquivos
pesquisar neste blog
 
Copyrights
Creative Commons License
O Bar da Praia by Donagata (Celeste Pereira) is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
Based on a work at donagataempontodecruz.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at livroseopinioes.blogspo.com.
Copyright
MyFreeCopyright.com Registered & Protected
subscrever feeds
blogs SAPO