Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

Claude Monet "Chemin de boise, ettect de neige"
 
É estúpido. Eu sei.
Com esta idade julgar que é possível
entender esta coisa difícil que são os afectos.
Aparece alguém que entra assim,
nas nossa vidas, nos nossos tectos.
Cria laços invisíveis,
que se tornam nós,
cada vez mais apertados, mais difíceis,

afectos que se colam à (alma?)

e se instalam, confortavelmente,
docemente, para ficar. Para crescer.
Para afagar com o maior prazer.

Mas eis que chega um dia em que tudo cai.
E este sentir, para onde vai?
Sim, porque já criou gavinhas
que nos agrilhoam que nem plantas daninhas
que se enraizaram em nós.
Algo mudou. Tudo mudou! Deixaram-nos sós.
E esses nós apertados
que se entrelaçam em nós,
não se deixam desatar.
É preciso arrancá-los devagar, mas com decisão.
E é estúpido, eu sei.
Mas ainda se instala a desilusão.
 
Donagata



publicado por Donagata às 17:11
O diário do meu alter-ego. O irreverente, desbocado, mal disposto e insensato alter-ego. Mas também o sensível, o emotivo, o lamechas, aquele que tenta dizer coisas de forma bonita... Assim num pobre arremedo poético.
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

23

24
26
27
29
30

31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Copyrights
Creative Commons License
O Bar da Praia by Donagata (Celeste Pereira) is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
Based on a work at donagataempontodecruz.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at livroseopinioes.blogspo.com.
Copyright
MyFreeCopyright.com Registered & Protected
blogs SAPO